domingo, 24 de abril de 2011

Tarde de Heroscape

Dando Continuidade às atividades lúdicas do feriado, ontem rolou uma visita à casa do Baiano no começo da tarde, meio que em cima da hora, para filar uma bóia do almoço e uma partida de Heroscape com o Maurício também.


Juntamos o Master Set 2: Swarm of the Marro (do Baiano) com o meu Master Set 3: Battle for the Underdark e montamos um mesão para nós três jogarmos um free-for-all.

Baiano montou seu grupo com as minis de heróis de seu Master Set. Montei um basicamente composto de drows elves com mais o dragão negro e o gigante do fogo. O Mau optou por um exército bem mais variado, usando de tudo um pouco, com maior destaque para seu Iron Golem e seu legionários romanos.

Como o Mau e o Baiano jogaram pela primeira vez, optamos for fazer uma partida mais rápida e simples, sem glyphs ou itens mágicos. O gatilho de final de jogo seria a eliminação de um exército inteiro de um  jogador. O vencedor seria aquele com o maior grupo restante (em pontos).

Mau e eu começamos a pancadaria logo na primeira rodada, enquanto o Baiano se aproximava com toda calma e tranqüilidade, até a hora em que mandei meu dragão em cima dele.

Acabei dividindo demais minhas forças e tive de lidar com dos grupos em dois locais diferentes, o que resultou na minha quase eliminação. Fiquei uma única mini, uma maga drow.

No momento em que Baiano e Mau se enfrentaram, aquele já estava mais debilitado, cortesia de minha humilde pessoa. O embate mais maneiro ficou por conta do Iron Golem do Mau contra o Major Q10 do Baiano.


Enquanto eles lutavam, me deram uma trégua, o que foi suficiente para atacar suas minis pelas costas (sim, sou um advogado jogando com drows. Você esperava outra coisa?). Foi o que precisava para sair do sufoco e matar as duas minis restantes do Baiano com meus ataques de veneno e garantir o segundo lugar, enquanto o Mau ganhava a partida.

Heroscape é um jogo do qual gosto muito. Tabuleiro modular 3D, minis bem feitas já pintadas, regras fáceis e intuitivas e batalhas rápidas e furiosas. Não é o suprassumo da estratégia, mas cumpre muito bem o papel que lhe foi designado.

Joguei menos do que gostaria até hoje. Mas, agora que caiu no gosto do Mau e do Baiano, tenho convicção de que este bom jogo de minis verá mesa com mais freqüência.

5 comentários:

  1. Nossa! Até parece que o Baiano voltou dos mortos... tá aparecendo bastante ultimamente.
    hehehehehe
    abraços

    ResponderExcluir
  2. serio! O.O
    nem tava sabendo....

    ResponderExcluir
  3. Porra... temos que marcar de jogar novamente Zombie... os meus ficam lá em casa pegando poeira... hahhAHhahAHha...

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida, Cacá!

    A questão é que não rola mais de levar nossas minis para os eventos no Spoleto. Do contrário, seremos espancados.

    Mas tô pilhadão de montar outro mesão de Heroscape.

    Abrax

    ResponderExcluir